Translate

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Diego Garcia se despedindo da cabotagem brasileira

Se despediu ontem (02/10/2018) da cabotagem brasileira, o navio porta-contêiner Diego Garcia.

Esteve atuando na cabotagem desde novembro/2018, em boa parte do seu tempo que esteve no país, pelo serviço ALCT1 operado pela Aliança. Da classe do Diego Garcia, somente restará o João de Solis que, por enquanto continuará navegando em águas brasileiras.

Em setembro/2018, esteve operando em viagem única pelo serviço ALCT2 operado pelo mesmo armador, sendo substituído pelo maior navio porta-contêiner da história atuando na cabotagem brasileira, o Monte Sarmiento.

O Diego Garcia atracou no último sábado (29/09/2018) por volta das 02h30 no BTP-3 operado pela Brasil Terminal Portuário. No dia seguinte, por volta das 19h30, realizou mudança para o TECON 2 operado pela Santos Brasil, para completar suas operações de embarque.

Ontem registramos sua última saída do Porto de Santos por volta das 14h, com destino ao Porto de Cartagena (Colômbia), onde será devolvido a Hamburg Süd, proprietária do navio e renomeado Polar Mexico, nome original de construção.


Diego Garcia









Diego Garcia


Nome: Diego Garcia
IMO: 9786750
Indicativo: PPRZ
Ano de Construção: 2017
Construtor: Jiangsu Newyangzi Shipbuilding Co., Ltd. – Jingjiang, JS - China
LOA: 230 m
Boca: 37,30 m
Calado: 12,50 m
Arqueação Bruta (GT): 43.628 t
Porte Bruto (DWT): 52.103 t
Capacidade: 3.923 TEU
Tomadas Reefer: 1.000
Porto de Registro: Rio de Janeiro
Bandeira: Brasil Bandeira do Brasil
Antigo Nome: Polar Mexico (11/2017)


Fotos: Henrique Ferrinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário