Translate

sábado, 17 de novembro de 2018

Siraya Wisdom

Segue imagens do navio graneleiro Siraya Wisdom, suspendendo do Porto de Santos em 03/11/2018 após atracar na Cosipa 4 operado pela Usiminas.


Siraya Wisdom







Siraya Wisdom



Nome: Siraya Wisdom
IMO: 9403841
Indicativo: 3EMJ4
Ano de Construção: 2007
Construtor: Murakami Hide Zosen K.K. – Imabari, EH – Japão
Armador: Well Shipmanagement & Maritime Consultant Co., Ltd. – Taipé, Taiwan (Wisdom Marine Lines S.A. – Taipé, Taiwan)
LOA: 153,08 m
Boca: 23 m
Calado: 9,31 m
Arqueação Bruta (GT): 12.655 t
Porte Bruto (DWT): 21.118 t
Capacidade: 25.893 m³ (Grão)
Porto de Registro: Panamá
Bandeira: Panamá Bandeira do Panamá


Fotos: Henrique Ferrinho

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

SN Chuí

Segue imagens do rebocador SN Chuí, no Porto de Santos em 03/11/2018 após auxiliar a manobra do navio petroleiro Lindóia BR.

SN Chuí




SN Chuí


Nome: SN Chuí
IMO: 8732635
Indicativo: PS8560
Inscrição: 3810517224
Ano de Construção: 2006
Construtor: H. Dantas Construções e Reparos Navais Ltda. – Aracaju, SE – Brasil
Armador: Sulnorte Serviços Marítimos Ltda. – Barra dos Coqueiros, SE - Brasil (H. Dantas Comércio Navegação e Indústrias Ltda. – Rio de Janeiro, RJ - Brasil)
LOA: 24,39 m
Boca: 9,15 m
Calado: 3,66 m
Arqueação Bruta (GT): 227 t
Porte Bruto (DWT): 44,30 t
Tração Estática (Bollard Pull): 45,10 t
Porto de Registro: Rio de Janeiro
Bandeira: Brasil Bandeira do Brasil


Fotos: Henrique Ferrinho

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Starnav Cetus

Segue imagens do rebocador Starnav Cetus, no Porto de Santos em 03/11/2018, após auxílio na manobra do navio petroleiro Lindóia BR.

O rebocador substituiu provisoriamente o Starnav Orion, fretado a Camorim no Porto de Santos. Após o retorno do Orion no dia seguinte (04/11/2018), o Cetus suspendeu na noite de 05/11/2018 para o Porto do Rio de Janeiro/RJ, onde encontra-se atualmente.

Starnav Cetus





Starnav Cetus

Nome: Starnav Cetus
IMO: 9555814
Indicativo: PP8727
Inscrição: 3813875776
Ano de Construção: 2009
Construtor: Detroit Brasil Ltda. – Itajai, SC – Brasil
Armador: Starnav Serviços Marítimos Ltda. – Macaé, RJ – Brasil
Fretador: Camorim Servicos Maritimos Ltda. – Rio de Janeiro, RJ – Brasil
LOA: 32 m
Boca: 11,60 m
Calado: 4,12 m
Arqueação Bruta (GT): 488 t
Porte Bruto (DWT): 387 t
Tração Estática (Bollard Pull): 70 t
Porto de Registro: Itajaí
Bandeira: Brasil Bandeira do Brasil
Antigo Nome: C Nevoeiro (09/2017)


Fotos: Henrique Ferrinho

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Lindóia BR

Segue imagens do navio petroleiro Lindóia BR, suspendendo do Porto de Santos em 03/11/2018, após atracar na Alamoa 1 operado pelo Terminal para Granéis Líquidos da Alemoa (TEGLA).

Lindóia BR








SN Chuí e Lindóia BR


Lindóia BR





Nome: Lindóia BR
IMO: 8617093
Indicativo: PPTB
Inscrição: 3810484857
Ano de Construção: 1996
Construtor: Estaleiro Ilha S.A. (EISA) - Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Armador: Petrobras Transporte S.A. (TRANSPETRO) – Fronape – Rio de Janeiro, RJ – Brasil (Petróleo Brasileiro S.A. (PETROBRAS) – Rio de Janeiro, RJ – Brasil)
LOA: 177 m
Boca: 30 m
Calado: 10,75 m
Arqueação Bruta (GT): 25.803 t
Porte Bruto (DWT): 34.999 t
Capacidade Líquida: 42.386 m³
Porto de Registro: Rio de Janeiro
Bandeira: Brasil Bandeira do Brasil


Fotos: Henrique Ferrinho

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Fragata fica completamente submersa após abalroamento

A fragata KNM Helge Ingstad (F 313) da marinha norueguesa que abalroou o navio petroleiro Sola TS na madrugada de quinta-feira (08/11/2018) ficou quase totalmente submersa hoje (13/11/2018), apesar dos esforços para salvar a fragata naufragada.


A situação da fragata na costa norueguesa não está, no entanto, a interferir no terminal de exportação de petróleo de Sture. "Estamos em operação normal", disse uma porta-voz da Equinor, operadora da usina.


O exército norueguês trabalha desde quinta-feira para resgatar a fragata, amarrando-o com vários cabos para a costa. Alguns deles haviam quebrado.


“O navio afundou mais um metro e, como resultado, dois cabos se quebraram. Eles foram substituídos por dois mais fortes. Nós trabalhamos até meia-noite sobre isso. Depois da meia-noite, percebemos que não era seguro para nossa equipe continuar o trabalho”, disse Haavard Mathiesen, chefe da operação de resgate da Agência de Material de Defesa da Noruega (Norwegian Defence Materiel Agency - NDMA).

“Por volta de 06h (03h pelo horário de verão de Brasília), mais cabos quebraram e a fragata afundou ainda mais. Agora está em águas profundas e estáveis”, disse ele em entrevista coletiva.

O fragata ficou encalhada na costa oeste da Noruega na quinta-feira passada, depois de abalroar o navio petroleiro de óleo cru Sola TS que havia deixado o Terminal de Sture. O local foi fechado por várias horas como resultado. O Sola TS sofreu danos leves.



Oito membros da Marinha, de uma tripulação total de 137, ficaram levemente feridos no incidente.


Fotos:
Helge Ingstad: Jakob Østheim - Forsvaret
Sola TS: Jan Kåre Ness - NTB scanpix

Fonte: Reuters
Adaptação de texto: Henrique Ferrinho