Portal do Porto: Navios para demolição (Scrapyard Ships)

Translate

Mostrando postagens com marcador Navios para demolição (Scrapyard Ships). Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Navios para demolição (Scrapyard Ships). Mostrar todas as postagens

domingo, 1 de dezembro de 2013

Independente, Classe T1

Hoje vamos falar um pouco sobre um navio da classe (T1) antigamente da Transroll. Composta pelos navios Intrépido e Independente estes pela Transroll e posteriormente pela Aliança e o DG Columbia pela Di Gregorio.

Uma das classes de navios que mais amo de paixão, primeiro simplesmente pela suas antigas cores em vinho e branco, segundo pelo seu design diferente dos outros, com a superestrutura na frente e ostentando o nome da empresa na frente e terceiro que era um Ro-Ro, além de carregar contâiner, também embarcava veículos, um dos primeiros que vi em minha vida.

O navio escalou pela última vez Santos em 29/12/2008, quando seguiu para o Rio de Janeiro e ficou em “Laid Up” até o começo deste ano.

Posteriormente foi renomeado Pendant e bandeira de Serra Leoa. Seguiu para demolição em Aliaga, Turquia e abicou em 16/07/2013.

Veja um pouco da evolução que o navio Independente teve durante os seus períodos de transição.

Independente-21-mar-1999

Independente em 1999 – Com as cores da Transroll

Independente-21-jun-2003

Independente em 2003 – Ainda com as cores da Transroll, com os detalhes da Aliança na meia nau e chaminé

Independente-30-out-2005

Independente em 2005 – Com as cores da Aliança

independente

Independente em 2013 – Seguindo para demolição

 

Dados do navio original:

 

Nome: Independente

IMO: 8708529

Indicativo: PPRZ

Ano de Construção: 1992

Construtor: Industrias Reunidas Caneco S/A - Rio de Janeiro, Brasil

Comprimento: 173,42 m

Boca: 26,30 m

Calado: 8,20 m

Porte Bruto (Gross): 15.768 t

Deaweight (DWT): 17.505 t

Capacidade: 1.341 Teus (60 reefers)

Porto de Registro: Rio de Janeiro

Bandeira: Brasil Bandeira do Brasil

 

Fotos:

Silvio Roberto Smera

Big Edisson (rus) – MarineTraffic.com

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Murat Kiran

Segue imagem do navio graneleiro Murat Kiran, atracado no armazém 19 operado pela Rumo Logística em sua última escala em 22/04/2011 em Santos. Procedente de Paranaguá (PR), atracou dia 19/04/2011 por volta das 01:17h, suspendendo dia 22/04/2011 por volta das 19:30h com destino a Gibraltar.

Recentemente, o navio foi vendido para demolição em Alang (Índia) no valor de US$ 2.895.345,00.

Murat Kiran

Nome: Murat Kiran

IMO: 8314988

Indicativo: TCYF

Ano de Construção: 1985

Construtor: Ishikawajima-Harima Heavy Industries Co Ltd (IHI) – Aioi, Japão

Armador: Pasifik Gemi Isletmeciligi ve Ticaret AS – Istambul, Turquia (Kiran Holding AS - Istambul, Turquia)

Comprimento: 179,90 m

Boca: 30,51 m

Calado: 10,93 m

Arqueação Bruta (Gross): 22.145 t

Porte Bruto (DWT): 38.888 t

Capacidade: 46.112 m³ (Grão) ou 44.492 m³ (Fardo)

Porto de Registro: Istambul

Bandeira: Turquia Bandeira da Turquia

Antigos Nomes: Sanko Leo (12/1985) e Oriental Ferm (06/1997)

 

Foto: Rogério Cordeiro – Shipspotting.com

Fonte: Ship Scrapping

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Classe Empress da Cosco

Hoje vamos falar de uma classe que foi famosa aqui no Porto de Santos que recentemente foram anunciados para o corte na China. Trata-se da classe Empress da Cosco. Composta pelos navios Empress Heaven, Empress Sea, Empress Dragon e Empress Phoenix.

Ambos faziam a rota Far East - South America Service (ESA) esta rota feita joint com Cosco e Evergreen que passavam por Xangai, Ningbo, Yantian, Hong Kong, Singapura, Santos, Paranaguá, Montevidéu e Buenos Aires.

Característica geral da classe Empress:

 

Construtor: China Shipbuilding Corp (CSBC) – Kaohsiung, Taiwan

Comprimento: 275,70 m

Boca: 32,20 m

Calado: 12 m

Arqueação Bruta (Gross): 46.734 t

Porte Bruto (DWT): 47.998 t

Capacidade: 3.494 Teus (197 reefers)

Porto de Registro: Panamá

Bandeira: Panamá Bandeira do Panamá

 

Característica individual:

[gallery type="thumbnails" ids="1578"]

Nome: Empress Heaven

IMO: 9041227

Indicativo: 3FIA3

Ano de Construção: 1993

Antigo Nome: Ming Heaven (10/1998)

 

[caption id="attachment_1580" align="alignnone" width="150"]Empress Sea Empress Sea – Última escala em Santos em 18/04/2013[/caption]

Empress Sea – Última escala em Santos em 18/04/2013

 

Nome: Empress Sea

IMO: 9041239

Indicativo: 3FPB3

Ano de Construção: 1994

 

[caption id="attachment_1582" align="alignnone" width="150"]Empress Dragon – Última escala em Santos em 05/10/2012 Empress Dragon – Última escala em Santos em 05/10/2012[/caption]

Nome: Empress Dragon

IMO: 9046112

Indicativo: 3FOZ3

Ano de Construção: 1994

 

[gallery type="thumbnails" ids="1584"]

Nome: Empress Phoenix

IMO: 9046124

Indicativo: 3FPA3

Ano de Construção: 1994

 

Em março deste ano, Cosco e Evergreen anunciaram que iriam substituir por navios de maior capacidade em média entre 8.000 a 9.000 Teus e automaticamente além da classe Empress Cosco, também deixaram de vir a classe F da Italia Marittima subsidiária da Evergreen que faziam escalas com frequência na cidade.

Curiosamente além dos navios classe Empress, mais 3 navios da mesma classe foram anunciados para o corte também na China: Honour, Hope e YM Zenith.

E temos ainda mais 4 navios em atividade, que em breve poderão sofrer o mesmo destino da classe Rosa dos Ventos, operados pela Yang Ming Line: YM North, YM South, YM East e YM West.

 

Fotos:

Empress Heaven e Empress Phoenix: Henrique Ferrinho

Empress Dragon e Empress Sea: Rafael Ferreira Viva – Navios em Santos

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Mais um navio da "classe C" da Petrobras indo para demolição

Recentemente recebemos a triste notícia que mais um navio mercante brasileiro foi para demolição.

Desta vez foi o navio tanque Carangola da Petrobrás. Construído em 1989 pela EMAQ no Rio de Janeiro, o navio da Petrobrás tinha minha frequência em Santos até 07/10/2011, quando fez sua última escala e em São Sebastião em 01/01/2012.

O navio foi alterado seu nome para Caran e bandeira da Tanzânia com indicativo 5IM245. Seu destino para demolição foi em Gadani (Paquistão). Os seu irmãos da classe Carioca, Caravelas, Candiota e Camocim já haviam sido demolidos no mesmo local. O seu outro irmão Cantagalo, também poderá muito provavelmente sofrer o mesmo destino.

Carangola

Nome: Carangola

IMO: 8113437

Indicativo: PPYA

Ano de Construção: 1989

Construtor: EISA Estaleiro Ilha S.A. – Rio de Janeiro, RJ – Brasil

Armador: Petrobras Transporte SA (TRANSPETRO) – Fronape – Rio de Janeiro, Brasil (Petróleo Brasileiro SA (PETROBRAS) – Rio de Janeiro, RJ – Brasil)

Comprimento: 160,90 m

Boca: 26 m

Calado: 8,40 m

Arqueação Bruta (Gross): 13.322 t

Porte Bruto (DWT): 18.823 t

Capacidade: 20.640 m² (Líquido) ou 129.819 Barris

Porto de Registro: Rio de Janeiro

Bandeira: Brasil Bandeira do Brasil

 

Foto: Rafael Ferreira Viva