Portal do Porto: Navio Porta-Contêiner Handy

Translate

Mostrando postagens com marcador Navio Porta-Contêiner Handy. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Navio Porta-Contêiner Handy. Mostrar todas as postagens

domingo, 18 de agosto de 2019

CMA CGM Ventania

Segue imagens do navio porta-contêiner CMA CGM Ventania, demandando o Porto de Santos em sua primeira escala ontem (17/08/2019) para atracar na Embraport-1 operado pela DP World para 164 movimentos de embarque e 56 movimentos de desembarque.

Procedente do Porto do Rio de Janeiro/RJ, o navio faz sua primeira viagem pelo serviço SUPEX que ligará diretamente aos Portos de Santos/SP e Suape/PE.

O CMA CGM Ventania estava no Rio de Janeiro, desde o final de maio/2019 para troca de bandeira, tripulação, vistoria, manutenções e outros processos burocráticos.

Mais sobre o serviço SUPEX, clique aqui.

CMA CGM Ventania

CMA CGM Ventania

CMA CGM Ventania

CMA CGM Ventania

CMA CGM Ventania

CMA CGM Ventania

CMA CGM Ventania

CMA CGM Ventania

CMA CGM Ventania

CMA CGM Ventania

CMA CGM Ventania

CMA CGM Ventania

CMA CGM Ventania

CMA CGM Ventania

Nome: CMA CGM Ventania
IMO: 9376907
Indicativo: PU4888
Inscrição: 381E011437
Ano de Construção: 2007
Construtor: Jiangsu Yangzijiang Shipbuilding Co., Ltd. – Jiangyin, JS – China
Armador: Mercosul Line Navegação e Logística Ltda. (Mercosul Line) – Santos, SP – Brasil (CMA CGM S.A. (The French Line) – Marselha, França)
LOA: 161,30 m
Boca: 25,06 m
Calado: 9,50 m
Arqueação Bruta (GT): 16.162 t
Porte Bruto (DWT): 17.201 t
Capacidade: 1.345 TEU
Tomadas Reefer: 449
Porto de Registro: Rio de Janeiro
Bandeira: Brasil Bandeira do Brasil
Antigos Nomes: Rickmers Korea (09/2007); Magari (10/2008); Niu Polynesia (11/2010); APL Lima (10/2012); Magari (06/2018) e CMA CGM Kingston (06/2019)


Fotos: Henrique Ferrinho

quarta-feira, 29 de maio de 2019

Mercosul Line lancará novo serviço de cabotagem

O armador brasileiro Mercosul Line, subsidiária do armador francês CMA CGM, lancará em breve um novo serviço de cabotagem na costa brasileira.

O serviço Suape Express (SUPEX), ligará diretamente os Portos de Santos/SP e Suape/PE.

Serviço Suape Express (SUPEX)
Rotação do serviço SUPEX - Fonte: CMA CGM

Segundo o armador, nas atuais rotas, o tempo de conexão entre os dois portos chega a oito dias na subida e quatro dias na descida, dependendo da linha de navegação.

Inicialmente o serviço contará com um único navio, o porta-contêiner CMA CGM Kingston que fundeou na Baía de Guanabara na sexta-feira (24/05/2019).

O navio será renomeado CMA CGM Ventaria e terá bandeira brasileira. Além disso, passa também por vistorias e últimas manutenções antes de iniciar o serviço previsto para o dia 17/08/2019 no terminal da DP World Santos.

CMA CGM Kingston
Navio CMA CGM Kingston será renomeado CMA CGM Ventania

Possui 161,30 m de LOA, 25 m de boca, capacidade para transportar até 1.345 TEU e 449 tomadas reefer.

“O nosso novo serviço de cabotagem SUPEX (Suape Express), operado entre Santos e Suape, será implantado em adição as nossas duas linhas marítimas existentes: BRACO e PLATA. Esse serviço shuttle vai favorecer nossos clientes a atingirem novas ambições de otimização da cadeia de suprimentos. Otimizar os fluxos, custos e o tempo deles com uma frequência adicional e um lead time intermodal aprimorado será mais do que nunca nosso principal objetivo. O posicionamento estratégico deste corredor central (trecho de 2.700 km) na costa brasileira permitirá aumentar a conectividade entre o Sul/Sudeste e o Nordeste do País. O SUPEX trará forte eficiência para um ambiente sustentável, sabendo que o modal marítimo emite cinco vezes menos dióxido de carbono/ton/km transportado em comparação ao modal rodoviário. Nossa previsão é que cerca de dois mil caminhões por semana e 280 milhões de km por ano de tráfego rodoviário sejam de fato retirados dos principais corredores logísticos no Brasil”, explicou Peter Verheijen, Vice-Presidente de Trade e Sales da Mercosul Line. 

A Mercosul Line espera oferecer aos clientes uma alternativa ao transporte rodoviário, atingindo grande número de destinos terrestres conectados por vias ferroviárias ou rodoviárias.

No Brasil, além de Santos e Suape, a Mercosul Line também opera nos portos de Rio Grande/RS, Paranaguá/PR, Itajaí/SC, Itaguaí/RJ, Salvador/BA, Pecém/CE e Manaus/AM.


Foto: Lyndon Henry - Shipspotting.com
Fonte: CMA CGM

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Stellar Willemstadt estreia na cabotagem brasileira

Segue imagens do navio porta-contêiner Stellar Willemstadt demandando o Porto de Santos ontem (15/10/2018) para atracar no BTP-2 operado pelo Brasil Terminal Portuário.

Procedente do Porto de Manzanillo (MIT/Panamá), o navio estreia na cabotagem brasileira substituindo provisoriamente o navio Log-In Resiliente no serviço Vitória, cujos portos de escalas são Santos X Vitória e vice-versa.

Em Santos atraca nos terminais do BTP e Santos Brasil e em Vitória no Teminal de Vila Velha (TVV).

O serviço feeder funciona de transbordo com o Porto de Santos de hub port, para cargas com outros destinos nacionais ou internacionais.




Stellar Willemstadt e BBC Africa

Stellar Willemstadt









Stellar Willemstadt


Nome: Stellar Willemstadt
IMO: 9470727
Indicativo: 3FTJ8
Ano de Construção: 2009
Construtor: Imabari Shipbuilding Co., Ltd. (Imabari Shipyard) – Imabari, EH – Japão
Armador: Shoei Kisen Kaisha Ltd. & Paraiso Shipping S.A. – Imabari, EH – Japão
Afretador: Log-In Logística Intermodal S/A – Rio de Janeiro, RJ – Brasil (MSC Mediterranean Shipping Company S.A. – Genebra, Suíça)
LOA: 171,99 m
Boca: 27,66 m
Calado: 9,51 m
Arqueação Bruta (GT): 17.280 t
Porte Bruto (DWT): 21.440 t
Capacidade: 1.577 TEU
Tomadas Reefer: 192
Porto de Registro: Panamá
Bandeira: Panamá Bandeira do Panamá
Antigo Nome: Maersk Willemstadt (05/2018)



Fotos: Henrique Ferrinho

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Mapocho

Segue imagens do navio porta-contêiner Mapocho, demandando o Porto de Santos em 22/12/2013 para atracar no Cais Saboó 2/3.

O navio se envolveu em um incidente em Santos durante esta escala. Procedente do Porto de Itapoá/SC, o navio estava ancorado no fundeadouro 4 em Santos dia 21/12/2013 por volta das 21h. Três piratas armados invadiram o navio durante a madrugada do dia 22/12/2013 por volta das 02h. Um tripulante que fazia as rondas de segurança, avistaram os ladrões e informou a ponte. Os ladrões o avistaram e lhe fizeram de refém.

O alarme foi acionado, os ladrões libertaram o tripulante refém e fugiram em um barco com uma carga roubada não identificada. Todos os membros da tripulação foram reunidos e o incidente informado a Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP).

Duas horas depois, a lancha da Polícia Federal chegou para investigar as causas do incidente. Ninguém foi preso.

O navio foi liberado e realizou normalmente sua atracação prevista para aquele dia, passando pela Ponta da Praia por volta das 16h30. Completou suas operações e suspendeu em 24/12/2013, por volta das 13h30 com destino ao Porto de Rio Grande/RS.

Mapocho

Mapocho

Mapocho

Mapocho

Mapocho

Mapocho

Mapocho

Mapocho

Mapocho

Mapocho

Mapocho

Nome: Mapocho
IMO: 9197351
Indicativo: 3FMA4
Ano de Construção: 1999
Construtor: Hanjin Heavy Industries & Construction Co., Ltd. (HHIC) – Ulsan, Coreia do Sul
Armador: Southern Shipmanagement Co., S.A. – Valparaíso, Chile (Compañía Sud Americana de Vapores S.A. (CSAV) – Valparaíso, Chile)
LOA: 168 m
Boca: 27,22 m
Calado: 9,20 m
Arqueação Bruta (GT): 16.986 t
Porte Bruto (DWT): 21.184 t
Capacidade: 1.620 TEU
Tomadas Reefer: 200
Porto de Registro: Valparaíso
Bandeira: Chile Bandeira do Chile
Antigos Nomes: Kribi (05/2000); Fesco Endeavour (10/2001); ANL Okapi (07/2002) e Kribi (10/2002)


Fotos: Henrique Ferrinho

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Log-In Amazonia

Segue imagens do navio porta-contêiner Log-In Amazonia, demandando em Santos em 26/11/2013 para atracar no BTP-1 operado pela Brasil Terminal Portuário. Procedente de Vitória (ES), suspendeu no dia seguinte, por volta das 08h com destino ao Rio de Janeiro (RJ).

Para ver mais imagens, clique na imagem abaixo.


Nome: Log-In Amazonia
IMO: 9348998
Indicativo: PPVA
Ano de Construção: 2007
Construtor: Aker MTW Werft GmbH – Wismar, Alemanha
Armador: Log-In Logística Intermodal S/A – Rio de Janeiro, RJ - Brasil
LOA: 182,48 m
Boca: 25,20 m
Calado: 10 m
Arqueação Bruta (GT): 18.017 t
Porte Bruto (DWT): 23.896 t
Capacidade: 1.688 TEU
Tomadas Reefer: 300
Bandeira: Brasil Bandeira do Brasil
Antigo Nome: CFS Paranam (11/2007)


Fotos: Henrique Ferrinho

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Maestra Pacifico

Segue imagens do navio porta-contêiner Maestra Pacífico, demandando o Porto de Santos em 26/10/2013 para atracar no Cais do Saboó 4 operado pela Ecoporto Santos.

Procedente do Porto de Salvador/BA, suspendeu em 28/10/2013 por volta das 02h30 com destino ao Porto de Navegantes/SC.

Maestra Pacifico

Maestra Pacifico

Maestra Pacifico

Maestra Pacifico

Maestra Pacifico

Maestra Pacifico

Maestra Pacifico

Maestra Pacifico

Maestra Pacifico

Maestra Pacifico

Maestra Pacifico

Maestra Pacifico

Maestra Pacifico

Nome: Maestra Pacifico
IMO: 9074406
Indicativo: PPPP
Ano de Construção: 1994
Construtor: MTW Schiffswerft GmbH – Wismar, Alemanha
Armador: NTL Navegação e Logística S.A. – Rio de Janeiro, RJ – Brasil (Maestra Navigation & Logistics – São Paulo, SP – Brasil)
LOA: 168,32 m
Boca: 26,70 m
Calado: 10,81 m
Arqueação Bruta (GT): 15.908 t
Porte Bruto (DWT): 22.343 t
Capacidade: 1.608 TEU
Tomadas Reefer: 200
Porto de Registro: Itajaí
Bandeira: Brasil Bandeira do Brasil
Antigos Nomes: Westerdeich (09/1994); TSL Gallant (05/1996); Maersk Rio Grande (09/1996); ZIM Santos (10/1996); Westerdeich (06/1999); ZIM Santos (10/1999); Kota Serikat (07/2000); Indamex Washington (01/2002); Westerdeich (04/2002); Indamex Liberty (04/2003) e Westerdeich (08/2011)


Fotos: Henrique Ferrinho